Última hora

Última hora

Baku 2015: Portuguesas em 7.° na final "All-round" de ginástica

Portugal soma 7 medalhas em Baku, nomeadamente as de ouro de Rui Bragança (-58 kg) no taekwondo e do ténis de mesa por equipas (Marcos Freitas, Tiago Apolónia e João Geraldo); as de prata de João Silv

Em leitura:

Baku 2015: Portuguesas em 7.° na final "All-round" de ginástica

Tamanho do texto Aa Aa

As ginastas Jéssica Correia, Joana Patrocínio e Susana Pinto foram fecharam esta sexta-feira em 7.°, entre 11 equipas, a final “All-Around” de ginástica, nos I Jogos Europeus, que decorrem em Baku, no Azerbaijão.

O trio ainda júnior português concluiu o seu desempenho com 80.330 pontos, numa final que se destacou por ter dado a primeira medalha de ouro à Bélgica nestes Jogos Europeus.


O trio de “ouro” incluiu uma ginasta no limite mínimo da idade — Kaat Dumarey completa 16 anos em setembro — e fechou a competição com 86.480 pontos, seguido do da Rússia (85.430). A Bielorrússia (84.610) completou o pódio.

As portuguesas, entretanto, já tinham sido sétimas nas provas de equilíbrio e dinâmica, sendo as primeiras de reserva para as finais, com uma pontuação que lhes permitiu apurar-se para o Campeonato da Europa.

O trio, ainda júnior, foi chamado à última hora para Baku, depois da lesão de Raquel Martins, que fazia equipa com Beatriz Gueifão e Margarida Fernandes.

Outra representante portuguesa em prova esta sexta-feira foi Joana Castelão. A atriradora foi 26.ª entre 28 competidoras no tiro de precisão a 25 metros, completando as três séries com 279 tiros certeiros (98, 93 e 88).

Castelão volta a competir este sábado em “Rapid” e segunda-feira nos pares mistos, ao lado de João Costa, que conquistou a medalha de prata no tiro de pistola de ar comprimido a 10 metros, especialidade na qual Joana Castelão tinha sido 25.ª.

BAKU 2015 | TaekwondoTudo sobre a sétima medalha para Portugal nos Baku 2015 European Games. O Bronze de Júlio…

Posted by Comité Olímpico de Portugal on Quinta-feira, 18 de Junho de 2015


Portugal soma, até agora, sete medalhas em Baku, nomeadamente o ouro de Rui Bragança (-58 kg) no taekwondo e do ténis de mesa por equipas (Marcos Freitas, Tiago Apolónia e João Geraldo), as pratas de João Silva no triatlo, João Costa no tiro e de Fernando Pimenta em K1 1.000 e 5.000 metros, bem com o bronze de Júlio Ferreira (-80 kg) no taekwondo.

“Terminada esta semana, as sete medalhas que conquistamos expressam, de forma categórica, a ambição com que viemos para a I edição dos Jogos Europeus. Sempre dissemos que iriamos fazer jus à nossa promessa de estar presente com os melhores atletas e está provado pelas medalhas, pelo desempenho dos atletas”, disse José Garcia, o chefe da missão portuguesa em Baku.
Recorde do Mundo no tiro
No tiro de carabina a 50 metros, a final feminina de três posições foi disputada entre a italiana Petra Zublasing e a francesa Laurence Brize.


A italiana, de 25 anos, não só conquistou a medalha de ouro como fixou um novo recorde do mundo. Zublasing somou 464,7 pontos, mais 1,4 pontos do que o anterior máximo conseguido no mês passado pela chinesa Jing Chang.

Três dias depois do namorado, Niccolo Campriani, ter conquistado a prata no tiro de carabina a 10 metros, Zublasing conseguiu melhor: “No evento misto do ano passado, quando não fazíamos equipa, ele ganhou e que perdi. Eu dormi bem à noite e ele não conseguiu adormecer. Mas nós temos personalidades muito diferentes. Eu sou mais agressiva, ele é mais defensivo. É por isso que estamos bem juntos, enquanto casal. Nós completamo-nos”, considerou a italiana.


Zublasing, por fim, já tem os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro no alvo. “Esta medalha de ouro dá-me muita confiança porque ultimamente mudei algumas coisas e experimentei diferentes materiais: a arma, os sapatos e outros pequenos detalhes. Tudo com as olímpiadas em mente”, concretizou a nova recordista do Mundo.