Última hora

Última hora

Charleston: Descoberto manifesto racista escrito por Dylann Roof

Num site da internet registado desde fevereiro no nome de Dylann Roof, um manifesto escrito pelo homicida explica o seu ódio pelos afro-americanos e

Em leitura:

Charleston: Descoberto manifesto racista escrito por Dylann Roof

Tamanho do texto Aa Aa

Num site da internet registado desde fevereiro no nome de Dylann Roof, um manifesto escrito pelo homicida explica o seu ódio pelos afro-americanos e a escolha de uma igreja metodista em Charleston como alvo.

A descoberta do site “lastrhodesian.com” foi revelada sábado pelo jornal “Telegraph” e confirma a suspeita que a ação de Roof – o assassinato de nove pessoas negras – teria sido planeada com antecedência.

Também no sábado, em várias cidades da Carolina do Sul, incluindo Colúmbia, a capital do Estado, foram organizadas várias manifestações contra a bandeira da confederação considerada por muitos com um símbolo do Sul racista.

Em Charleston centenas de pessoas reuniram-se junto do memorial em frente à igreja da mais antiga congregação afro-americana do sul dos Estados Unidos para prestarem homenagem às vitimas do ato racista de Dylann Roof.