Última hora

Última hora

Euro2015 sub-21: Portugal empata (0-0) com Itália e adia apuramento

O apuramento fica em aberto e decide-se quarta-feira. A equipa das quinas defronta a Suécia, a precisar apenas de um ponto, e a Itália o tudo ou nada com a Inglaterra

Em leitura:

Euro2015 sub-21: Portugal empata (0-0) com Itália e adia apuramento

Tamanho do texto Aa Aa

Portugal e Itália empataram a zero na segunda jornada do grupo B do Campeojnato da Europa de sub-21, que está a decorrer na Republica Checa. Depois de a Inglaterra ter vencido a Suécia (1-0), a equipa das quinas jogava o apuramento para as meias finais e para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O empate deixa tudo em aberto, inclusive o carimbo no passaporte para o Brasil.

A Itália jogava a tudo e entrou forte no jogo. Sem Stefano Sturaro, médio da Juventus expulso diante da Suécia e suspenso por três jogos, a “squadra azurra” apresentou cinco mudanças. Portugal não contou com Ivan Cavaleiro, devido a lesão e Ricardo, por opção. Entraram Carlos Mané e Rafa Silva.


O primeiro remate à baliza aconteceu logo aos 10… segundos. Para a Itália. Benassi obrigou José Sá a defender para canto. Aos 6 minutos, de novo o guarda-redes português a ter de intervir com os pés a remate de Berardi.

Portugal parecia surpreendido e não conseguiu assentar. Raphael Guerreiro cometeu dois erros e isso era revelador do estado de espírito da equipa de Rui Jorge perante a de Luigi di Biagio. O primeiro remate de Portugal aconteceu aos 19 minutos. Sérgio Oliveira atirou de longe e ao lado.

Aos 22 minutos, de novo Raphael Guerreiro a decidir mal, a bola sobra Belotti e José Sá voltou a brilhar. Tal como no primeiro jogo, João Mário voltou a surgir encostado à direita e Bernardo Silva no meio. Uma vez mais, a opção de Rui Jorge revelava-se errada. O jogador do Mónaco não encontrava espaço para criar e João Mário, pouco apoiado por Esgaio, não conseguia desequilíbrios.




Na primeira vez que surgiu pelo meio, aos 35 minutos, João Mário criou o primeiro grande lance de Portugal: o médio do Sporting abriu na esquerda, em Sérgio Oliveira, e voltou a receber em posição privilegiada, mas rematou mal, ao lado. Portugal pareceu despertar, finalmente, e aos 38 minutos foi a Esgaio a encontrar espaço para rematar, mas também a falhar o alvo.

O intervalo chegou com um contra-ataque trapalhão de Carlos Mané após nova jogada de perigo junto à baliza de José Sá, na qual Sérgio Oliveira quase fez auto-golo.

Sub-21: Portugal e Itália empatam a zero ao intervalo, em Uherske Hradiste, na segunda ronda do Campeonato da Europa República Checa 2015.

Posted by Seleções de Portugal on Domingo, 21 de Junho de 2015


A segunda parte começou como a primeira: com a Itália a cheirar o golo. Cruzamento da esquerda e Belotti a antecipar-se a José Sá, mas a acertar na trave. Portugal, desta feita, foi mais lesto a reagir, mas com um contraé-ataque estéril de Rafa, que viria a sair pouco depois, para a entrada de Gonçalo Paciência, avançado do FC Porto.

Com o seleccionador dos AA, Antonio Conte, na bancada, a Itália continuou melhor que Portugal e José Sá a confirmar-se como o homem do jogo. William Carvalho revelava alguns problemas físicos, mas aguentou em campo até final. aos 72 minutos, Zappacosta fugiu a Raphael Guerreiro e Belotti atirou às malhas laterais. Bernanrdo Silva respondeu do outro lado com um remate ao lado da baliza de Bardi, que praticamente não tinha muito trabalho dada a pouca pontaria lusa.



Di Biagio mexia no ataque “azurro”. Rui Jorge respondeu com a troca de criativos, entrando Iuri Medeiros e Tozé para os lugares de joão Mário e Bernanrdo Silva, que estavam em risco de falhar o jogo seguinte caso vissem um amarelo. Portugal pareceu ganhar dinâmica no ataque e começou a jogar mais perto de Bardi. Aos 88 minutos, Iuri atirou para defesa apertada do guarda-redes italiano.

Aos 92 minutos, Berardi surgiu isolado, mas Sã reagiu rápido e tirou o “pão da boca” do italiano. O empate deixa Portugal na liderança do Grupo B, mas tudo se mantém em aberto, com italianos obrigados a ganhar à Inglaterra e Portugal sem poder falhar quarta-feira diante da Suécia. Um ponto, contudo, vale à equipa lusa as meias-finais do Europeu e o apuramento para as Olímpiadas do Rio de Janeiro.



GRUPO A (Praga)


Primeira jornada
República Checa — Dinamarca, 1-2
Alemanha — Sérvia, 1-1

Segunda jornada
Sérvia — República Checa, 0-4
Alemanha — Dinamarca, 3-0

Classificação
1.° Alemanha (2J — 1v — 1e — 0d — 4-1g): 4 pts
2.° Dinamarca (2J — 1v — 0e — 1d — 2-4g): 3 pts
3.° Rep. Checa (2J — 1v — 0e — 1d — 5-2g): 3 pts
4.° Sérvia (2J — 0v — 1e — 1d — 1-5g): 1 pt

Terceira e última jornada: (terça-feira, 23 de junho)
Rep. Checa — Alemanha
Dinamarca — Sérvia


GRUPO B (Olomouc e Uherske Hradiste)


Primeira jornada
Itália — Suécia, 1-2
Inglaterra — Portugal, 0-1

Segunda jornada
Suécia — Inglaterra, 0-1
Itália — Portugal, 0-0

Classificação
1.° Portugal (2J — 1v — 1e — 0d — 1-0g): 4 pts
2.° Inglaterra (2J — 1v — 0e — 1d — 1-1g): 3 pts
3.° Suécia (2J — 1v — 0e — 1d — 2-2g): 3 pts
4.° Itália (2J — 0v — 1e — 1d — 1-2g): 1 pt

Terceira e última jornada (quarta-feira, 24 de junho)
Inglaterra — Itália
Portugal — Suécia

Meias-finais


(Sábado, 27 de junho:)
1.º Grupo B — 2.º Grupo A, Olomouc
1.º Grupo A — 2.º Grupo B, Praga

Play-off de apuramento para os Jogos Olímpicos de 2016
(Domingo, 28 de junho)
3.º Grupo A — 3.º Grupo B (se a Inglaterra se qualificar para as meias-finais)

Final


(Terça-feira, 30 de junho:)