This content is not available in your region

Europa declara guerra ao tráfico de migrantes

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira  com EFE, AFP
Europa declara guerra ao tráfico de migrantes

<p>A prioridade da Europa, no que toca às migrações, é lutar contra o tráfico de seres humanos e redes de passadores.</p> <p>Essa é a principal conclusão da reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia, que adotou de imediato a proposta da Alta Representante para os Assuntos Externos e Segurança, Federica Mogherini: “Esta é apenas uma parte da nossa estratégia. Vamos falar disso ao longo do dia, mas estou impressionada com a unanimidade e com a velocidade com que conseguimos adotar estas medidas”, disse Mogherini, à entrada para a reunião.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" lang="en"><p lang="en" dir="ltr">Two months after the latest tragedy in the Mediterranean, EU naval operation against traffickers launched today <a href="https://twitter.com/hashtag/migration?src=hash">#migration</a></p>— Federica Mogherini (@FedericaMog) <a href="https://twitter.com/FedericaMog/status/612914356397998080">June 22, 2015</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>A primeira fase da operação naval para combater este tráfico foi já lançada. A União Europeia pediu ao Conselho de Segurança das Nações Unidas uma resolução que dê um aval à operação. Cumpre-se a promessa feita há dois meses, depois da <a href="http://pt.euronews.com/2015/04/20/a-tragedia-dos-imigrantes-clandestinos-faz-as-primeiras-paginas-dos-principais/">morte de cerca de 900 pessoas num naufrágio perto da Líbia</a>. As tragédias no Mediterrâneo têm aumentado nos últimos meses.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" lang="en"><p lang="en" dir="ltr">Join the virtual protest <a href="https://twitter.com/hashtag/Occupy4Migrants?src=hash">#Occupy4Migrants</a> and ask <a href="https://twitter.com/EUCouncil">@EUCouncil</a> to finally take action <a href="http://t.co/ywSuD5XJHw">http://t.co/ywSuD5XJHw</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/Migrants?src=hash">#Migrants</a> <a href="http://t.co/jwuPqzMO0p">pic.twitter.com/jwuPqzMO0p</a></p>— FIDH (@fidh_en) <a href="https://twitter.com/fidh_en/status/611886489539092480">June 19, 2015</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p>