Última hora

Última hora

Guntram Wolff, "think tank" Bruegel: "espero que se encontre um solução para a Grécia até ao final da semana"

Para comentar os desenvolvimentos sobre o impasse grego entrevistámos Guntram Wolff, do “think tank” Bruegel, que prevê uma solução para breve. Efi

Em leitura:

Guntram Wolff, "think tank" Bruegel: "espero que se encontre um solução para a Grécia até ao final da semana"

Tamanho do texto Aa Aa

Para comentar os desenvolvimentos sobre o impasse grego entrevistámos Guntram Wolff, do “think tank” Bruegel, que prevê uma solução para breve.

Efi Koutsokosta, euronews – Acredita que esta é a derradeira semana em que se pode encontrar uma solução?

Guntram Wolff, “think tank” Bruegel – “O derradeiro prazo em termos financeiros poderia ser o fim do mês ou até o final de julho, quando os pagamentos são devidos ao BCE. Mas espero, agora que a pressão se mantém tão alta e que houve tanto capital político investido em todos os lados, que se encontre uma solução até ao final da semana.”

Efi Koutsokosta, euronews – Porque é que todos os países da zona euro estão tão empenhados em manter a Grécia na zona euro?

Guntram Wolff, “think tank” Bruegel – “Grande parte das pessoas considera que a saída da Grécia seria uma brecha nos tratados. Representaria uma quebra de confiança. Mudaria fundamentalmente a natureza da união monetária. Levantaria muitas questões sobre quem pode tomar tais decisões e acredito que a Alemanha quer evitar ser vista como quem decidiu a saída da Grécia da zona euro.”

Efi Koutsokosta, euronews – Quem é que fez mais concessões durante todos estes meses de negociações?

Guntram Wolff, “think tank” Bruegel – “É uma pergunta difícil, mas acredito que os credores fizeram concessões muito significativas. A minha esperança agora é que a Grécia não faça concessões no excedente primário, mas concessões reais em reformar o país, tentando combater a corrupção, tentando taxar as pessoas ricas. Este tipo de sinais é extremamente importante, não apenas na Grécia, mas também nos países credores. Qualquer notícia deste tipo pode ser vendida pelos parceiros europeus ao eleitorado doméstico. Por isso, espero mesmo que Tsipras venha a taxar as pessoas ricas na Grécia.”

Efi Koutsokosta, euronews – Vê a possibilidade de um terceiro resgate?

Guntram Wolff, “think tank” Bruegel – “Tudo isto significará que teremos um terceiro programa de resgate, para substituir o financiamento e talvez aligeirar um pouco a austeridade.”