Última hora

Última hora

Arménios revoltam-se contra o aumento do preço da luz

Perto de 6.000 pessoas em protesto nas ruas da capital arménia, Yerevan, contra o aumento dos preços da electricidade. Os manifestantes gritavam

Em leitura:

Arménios revoltam-se contra o aumento do preço da luz

Tamanho do texto Aa Aa

Perto de 6.000 pessoas em protesto nas ruas da capital arménia, Yerevan, contra o aumento dos preços da electricidade.

Os manifestantes gritavam “vergonha” contra o governo e caminharam até ao palácio presidencial. Esta é já a maior sublevação popular contra o regime.

Os manifestantes exigiram também a libertação de 237 pessoas detidas pela polícia após o protesto do dia anterior.

“ Não vamos baixar os braços. Eles não nos metem medo mesmo que nos agridam. Não é a primeira vez que somos espancados nas ruas pela polícia. Só que desta vez eles foram particularmente violentos connosco”.

“ Eu não vou deixar esses pulhas tocar nesses jovens, ou colocar um dedo nos meus filhos. Eu estou aqui para os travar mesmo que saiba que não sou forte o suficiente “.

Segunda-feira, cerca de 4.000 pessoas concentraram-se frente ao palácio presidencial e algumas centenas decidiram aí passar a noite.

A polícia de choque dispersou terça-feira de madrugada várias centenas de manifestantes ainda no local usando canhões de água e cassetetes de borracha.

Yerevan, Baghramyan Avenue. © Narek Aleksanyanhetq.am/eng/multimedia/slideshows/459/

Posted by Հետք on Monday, June 22, 2015

Քաղաքացիները պահանջեցին ռուսական ԶԼՄ-ներից օբյեկտիվ լուսաբանում (լուսանկար, տեսանյութ)http://lurer.com/?p=190688

Posted by ԼՈՒՐԵՐ.com on Thursday, June 25, 2015