Última hora

Última hora

Austrália: Biólogos descobrem lagartixa que repele a água

Em leitura:

Austrália: Biólogos descobrem lagartixa que repele a água

Tamanho do texto Aa Aa

Biólogos de Queensland, na Austrália descobriram que a pele de uma determinada espécie de lagartixa consegue repelir água automaticamente. Existe na

Biólogos de Queensland, na Austrália descobriram que a pele de uma determinada espécie de lagartixa consegue repelir água automaticamente. Existe na zona oeste da região e é uma das poucas espécies de répteis ou insectos com este talento.
É difícil vê-lo à distância, mas ao perto dá para perceber que as gotas de água afastam-se da pele da lagartixa. Pequenos sucalcos, cobertos por pêlos minusculos acumulam a água e expulsam-na. Uma caracteristica surpreendente para um lagarto que vive no deserto australiano.

Os investigadores descobriram também que esta pele é compatível com as células humanas. Jolanta Watson, bióloga da Universidade de Sunshine Coast explica que “como tem capacidade de crescer, é receptiva às células da pele humana ou outras células em geral. Esta pele pode ser usada como revestimento para implantes.”

Estas pesquisas foram publicadas num jornal internacional de investigação sobre ciências biomateriais e destaca as propriedades da estrutura da pele.

put here the text you want to be clickable

Para além de ser repelir a água, também se auto-limpa, resiste à sujidade, aos pólens, destrói bactérias e proporciona uma superfície adequada para o crescimento de células estaminais humanas.
Tudo isto numa fina mas muito resistente película.

Lin Schwarzkopf, professora da Universidade James Cook garante que “será muito útil também se conseguissemos ter este tipo de superfície nas mesas de operações e nas ligaduras.”

Enquanto ainda não está disponível, os investigadores estão a desenvolver um produto que consegue fazer o que a pele da lagartixa faz. O objetivo é reproduzir a estrutura dessa pela para ser usada a nível industrial, científico e médico.

Além disso, estes princípios pode ser aplicados no setor textil…para criar tecidos que repelem a àgua. Recorde-se que os que já existem também foram inspirados na natureza.