Última hora

Última hora

Piscinas ecológicas ganham terreno na Europa

Em leitura:

Piscinas ecológicas ganham terreno na Europa

Tamanho do texto Aa Aa

A piscina ideal é cem por cento natural, sem químicos, apenas plantas e água cristalina. O conceito não é totalmente futurista. Na Europa, há cada

A piscina ideal é cem por cento natural, sem químicos, apenas plantas e água cristalina.

Point of view

No final de março, corta-se a vegetação. É a manutenção necessária. Além disso, passo o aspirador uma vez por mês de abril a outubro.

O conceito não é totalmente futurista. Na Europa, há cada vez mais entidades públicas e privadas que apostam em equipamentos ecológicos.

Em França, a “Beaune Côté Plage” utiliza um sistema de purificação da água baseado em plantas e micro-organismos.

Os técnicos da piscina francesa verificam o sistema de tratamento das águas várias vezes por dia.

“Temos quatro bombas que nos permitem estar sempre a bombear a água. Em 12 horas toda a água da piscina é filtrada”, explicou Damien Cordelois, o técnico responsável pela piscina francesa.

O sistema exige alguns cuidados especiais. É necessário passar regularmente um aspirador especial. A água é analisada quatro vezes por semana.

Tal como nas piscinas públicas, é fundamental tomar duche antes de mergulhar para que a água se mantenha o mais limpa possível.

O sistema foi testado pela primeira vez em Inglaterra, num empreendimento de lazer, no centro de Londres.

A piscina ecológica de 400 metros quadrados pode receber 160 pessoas.

No que toca a piscinas, a Alemanha é o país mais ecológico. Há cerca de uma centena de projetos similares no país.

Os privados também têm aderido ao sistema. O francês Christophe Lucien afirma que a piscina ecológica é mais barata e mais fácil de gerir, mas, é preciso gostar de plantas.

“No final de março, corta-se a vegetação. É a manutenção necessária. Além disso, passo o aspirador uma vez por mês de abril a outubro”, contou Christophe Lucien.