Última hora

Última hora

Taxistas franceses manifestam-se contra o Uber

Os taxistas franceses manifestaram-se de forma violenta contra o Uber. Os profissionais cortaram a estrada periférica de Paris e os acessos aos dois

Em leitura:

Taxistas franceses manifestam-se contra o Uber

Tamanho do texto Aa Aa

Os taxistas franceses manifestaram-se de forma violenta contra o Uber. Os profissionais cortaram a estrada periférica de Paris e os acessos aos dois aeroportos da capital. As manifestações contra o serviço de transporte proposto na internet pela empresa norte-americana estenderam-se a várias cidades do país, como Marselha e Lyon. As altercações entre taxistas e motoristas do Uber resultaram em algumas detenções.

As empresas de táxi denunciam uma concorrência desleal e exigem que o governo retire a aplicação da internet, em França. Em 2014 o parlamento aprovou uma lei que deveria dificultar o trabalho dos motoristas ao serviço do Uber mas a companhia de São Francisco apresentou vários recursos legais.

Entre os passageiros que foram apanhados pelos tumultos desta quinta-feira conta-se a viúva de Kurt Cobain. A viatura onde seguia Cortney Love foi atacada e a cantora americana escreveu no Twitter que estaria mais segura em Bagdade do que em Paris.