Última hora

Última hora

Turquia: Balas de borracha na repressão policial da marcha gay em Istambul

Intervenção musculada da polícia de choque contra um desfile gay no centro de Istambul. Em grande número, as autoridades usaram gás lacrimogéneo

Em leitura:

Turquia: Balas de borracha na repressão policial da marcha gay em Istambul

Tamanho do texto Aa Aa

Intervenção musculada da polícia de choque contra um desfile gay no centro de Istambul.

Em grande número, as autoridades usaram gás lacrimogéneo, canhões de água e também, por vezes, balas de borrachas contra os participantes na marcha de expressão homossexual.

Os incidentes aconteceram na Rua Istiklal, uma das mais conhecidas vias pedestres da maior cidade da Turquia.

“Estas pessoas não querem nada, apenas um estatuto. Eles não atiram bombas incendiárias ou pedras mas vocês puderam ver a reação da polícia. A Turquia está assim. Qualquer pequeno pedido de direitos é recebido desta maneira”, um jovem.

A Gay Pride, como também é conhecida, coincidiu este ano com o Ramadão.

Cinco pessoas foram detidas.

Um repórter de imagem da agência France Press foi espancado pelas autoridades quando cobria o evento.