Última hora

Última hora

Solar Impulse já passou o "ponto de não retorno" na ligação entre o Japão e o Havai

Em leitura:

Solar Impulse já passou o "ponto de não retorno" na ligação entre o Japão e o Havai

Solar Impulse já passou o "ponto de não retorno" na ligação entre o Japão e o Havai
Tamanho do texto Aa Aa

A meteorologia parece estar finalmente a colaborar e o Solar Impulse 2 levantou voo do Japão durante a madrugada na segunda tentativa para alcançar o Havai. Se conseguir, será o voo mais longo e a maior distância alguma vez cumprida por um avião alimentado exclusivamente a energia solar.

==

A travessia do Pacífico é considerada a etapa mais difícil da histórica volta ao mundo que o Solar Impulse quer completar. A aeronave fez uma primeira tentativa no final de maio, mas acabou por aterrar no Japão poucas horas depois de ter descolado de Nanjing, na China.

Se conseguir chegar ao Havai, será o voo mais longo e a maior distância alguma vez cumprida por um avião alimentado exclusivamente a energia solar.

Na semana passada, o avião esteve para descolar mas o voo foi cancelado à última hora por causa do mau tempo.

Agora, a aeronave já passou o “ponto de não retorno” e tem pela frente 5 dias e 5 noites de navegação para completar os cerca de 8000 km que separam Nagoya, no Japão, do Havai, mais do que toda a distância que cumpriu desde que levantou voo de Abu Dhabi, em março, para tentar dar a volta ao mundo.