Última hora

Última hora

Numa alocução ao país Alexis Tsipras apelou ao "Não" no referendo sobre a proposta do Eurogrupo

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, dirigiu-se à Nação depois de Atenas ter apresentado uma contraproposta para tentar alcançar um acordo com

Em leitura:

Numa alocução ao país Alexis Tsipras apelou ao "Não" no referendo sobre a proposta do Eurogrupo

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, dirigiu-se à Nação depois de Atenas ter apresentado uma contraproposta para tentar alcançar um acordo com a Comissão Europeia, o Banco Central Europeu e o Fundo Monetário Internacional.

A carta dirigida por Tsipras aos chefes das três instituições sublinha que a Grécia “está preparada para aceitar o acordo” com algumas alterações, mas isso não foi suficiente para impedir Tsipras de apelar ao “Não” no sufrágio do domingo e falar de “chantagem de austeridade”. Numa tentativa para acalmar os pensionistas, o primeiro-ministro sublinhou ainda que os reformados não irão ficar sem o seu dinheiro.