Última hora

Última hora

Grécia: Falta de liquidez afeta comércio

Na Grécia a falta de liquidez tornou-se uma pescadinha de rabo na boca. As matérias-primas são vendidas a dinheiro, os produtos são vendidos a

Em leitura:

Grécia: Falta de liquidez afeta comércio

Tamanho do texto Aa Aa

Na Grécia a falta de liquidez tornou-se uma pescadinha de rabo na boca.

As matérias-primas são vendidas a dinheiro, os produtos são vendidos a dinheiro e os retalhistas vendem só a dinheiro.

“Um empresário com 10 empregados e sem receitas há uma semana. O que tem de fazer?
Tem três opções: Despedir pessoas, dar férias forçadas, ou deixar de pagar”, disse Ioannis Chatzitheodosiou, presidente da Câmara de Comércio de Atenas.

A maior empresa do setor da panificação emprega 150 pessoas e exporta para 40 países, na maioria europeus. O pouco dinheiro que tem é para pagar a matéria-prima e para os salários.

“No mercado só aceitam dinheiro. Todos querem dinheiro para fornecer e nós fazemos o mesmo aos nossos clientes. Pedimos pagamento a dinheiro, caso contrário, não vendemos”, disse Marios Kaloidas, um dos responsáveis da empresa.

Segundo a Câmara de Comércio de Atenas, as vendas a retalho, excluindo alimentos, baixaram entre 80% e 90%. Só as vendas nos supermercados e nos postos de gasolina subiram um pouco.

“‘Estamos num terreno desconhecido’, dizem os negociantes gregos que nunca enfrentaram uma situação semelhante e deixam o aviso de que se os bancos continuarem fechados, para a semana poderá haver dezenas de pessoas no desemprego”, sublinhou Symela Touchtidou, da Euronews, em Atenas.