Última hora

Última hora

Grécia: Sondagem dá vantagem ao "sim" no referendo de domingo

O referendo que pode mudar a Grécia e também a Europa aproxima-se e de acordo com uma sondagem ALCO para o jornal Ethnos, de esquerda, o “sim” passou

Em leitura:

Grécia: Sondagem dá vantagem ao "sim" no referendo de domingo

Tamanho do texto Aa Aa

O referendo que pode mudar a Grécia e também a Europa aproxima-se e de acordo com uma sondagem ALCO para o jornal Ethnos, de esquerda, o “sim” passou para a frente com 1% de vantagem sobre o “não”. 44.8 por cento estão pelo “sim”, 43.4% estão pelo “não”.

Mas existem ainda 12 por cento de indecisos.

Em causa está também a credibilidade política do governo Alexis Tsipras. O ministro das Finanças Yánis Varoufákis já anunciou que se demite se o “sim” vencer.

O povo grego está dividido, como na aldeia de Karitaina, que aparecia nas notas de 5000 dracmas.

“Se eu pudesse votar 200 vezes “não” eu votaria! Não aos resgates! Como sabem, economistas do mundo inteiro dizem que a Grécia não consegue pagar o que deve, nunca. Mas em todo o caso, sim à Europa”
, afirma um pensionista.

Do outro lado político da ilha, o “sim” reúne simpatias.

“Para aqueles que sabem, e não é preciso saber muito, eles estão a encaminhar-nos para o dracma, é o chamado lóbi do Dracma contra a Europa. Eu pessoalmente, e muitos outros, imagino, somos pró-europeus. Para onde é que iríamos? Produzimos alguma coisa? Podemos pagar alguma coisa”, questiona outro reformado.

De acordo com o Fundo Monetário Internacional, no Euro ou fora dele, a Grécia tem um longo caminho no deserto.