Última hora

Última hora

Postcards do Cazaquistão: O mausoléu de Khoja Ahmed Yasawi

Em leitura:

Postcards do Cazaquistão: O mausoléu de Khoja Ahmed Yasawi

Tamanho do texto Aa Aa

Esta semana, visitamos o sul do Cazaquistão, precisamente Turquestão, na antiga Rota da Seda. Foi aqui que se erigiu um imponente mausoléu que, todos

Esta semana, visitamos o sul do Cazaquistão, precisamente Turquestão, na antiga Rota da Seda. Foi aqui que se erigiu um imponente mausoléu que, todos os anos, atrai dezenas de milhares de peregrinos muçulmanos. A dimensão é notável. A altura corresponde, mais ou menos, a um edifício de 15 andares. A cúpula é uma das maiores da Ásia Central.

O mausoléu de Khoja Ahmed Yasawi em resumo:

  • A construção começou em 1389
  • Tornou-se Património Mundial da UNESCO em 2003
  • Yasawi era um poeta e líder religioso turcomano
  • O mausoléu ainda não está terminado
  • Tem 39 metros de altura e uma das maiores cúpulas da Ásia Central

A construção do mausoléu começou no final do século 14, em honra de Khoja Ahmed Yasawi, um poeta e líder religioso turcomano. “Este é um dos mais importantes centros religiosos para peregrinos de vários países. No total, temos cerca de um milhão de visitantes por ano, da ex-União Soviética, da Turquia, entre outros”, declara o historiador Nurlan Dukenbayev.

O monumento foi declarado Património Mundial da UNESCO em 2003.