Última hora

Última hora

Referendo grego: praça Syntagma passa das manifestações aos festejos

Depois das manifestações, a praça Syntagma, em frente ao Parlamento de Atenas, dá lugar aos festejos, face à vitória incontestável do “Não” no

Em leitura:

Referendo grego: praça Syntagma passa das manifestações aos festejos

Tamanho do texto Aa Aa

Depois das manifestações, a praça Syntagma, em frente ao Parlamento de Atenas, dá lugar aos festejos, face à vitória incontestável do “Não” no referendo convocado pelo primeiro-ministro Alexis Tsipras.

Um homem diz que “o povo grego não tem medo de nada e os líderes europeus precisam de saber isso. [Os gregos] querem uma Europa democrática, onde vence a justiça social. Essa é a visão de Tsipras para o país, que é partilhada por todos [os gregos]”.

Outro afirma que “o povo conseguiu afastar o medo. Agora é preciso avançar e obter um acordo. Será doloroso. Mas é preciso manter a esperança no fim da corrupção e de um sistema político apodrecido. O que há pela frente é um novo começo para o país”.

Muitos dos que celebravam esta noite precisavam, tal como o primeiro-ministro, que o “Não” aos credores não era um “Não” à Zona Euro.

A correspondente da euronews, Nikoletta Kritikou, explica que “milhares de pessoas reuniram-se em frente ao Parlamento, logo após o anúncio dos resultados oficiais, com a esperança de que a grande vitória do ‘Não’ se traduza numa ferramenta poderosa para as negociações, nas mãos de Alexis Tsipras, para que um acordo com as instituições seja obtido nos próximos dias”.