Última hora

Última hora

Consequências da crise grega

Neste "Business Line" falamos das diferenças entre Yanis Varoufakis e Euclid Tsakalotos. Analisamos também o impacto da crise grega no setor tecnológico.

Em leitura:

Consequências da crise grega

Tamanho do texto Aa Aa

O não dos gregos à austeridade foi uma vitória para Yanis Varoufakis.

Numa entrevista anterior ao voto, o ex-ministro das Finanças disse que preferia cortar um braço a permitir um acordo que não passasse pela reestruturação da dívida e demitir-se se o sim vencesse. Apesar de tudo, acabou mesmo por sair, dizendo que já não era bem-vindo na mesa de negociações.

“Economista por acidente”, como gosta de se definir, deixou também de ser “ministro por acidente”, mas é agora um herói para muitos gregos.

Não usa gravata, não anda de carro nem gosta de protocolos. Em vez disso, usa cabedal, anda de moto e gosta de falar sem papas na língua.

O sucessor Euclid Tsakalotos teve direito a boleia para o novo posto de trabalho. Está agora nos comandos do Ministério das Finanças, mas sem capacete. Falámos com as correspondentes em Atenas e Bruxelas sobre esta passagem de testemunho.

Na rubrica “This is IT”, vamos as implicações da crise grega no comércio eletrónico e vemos também como muitos gregos se estão a virar para a Bitcoin.