Última hora

Última hora

Grécia: "Suspense" até ao fim

Após ter-se avistado com líderes da oposição durante a noite, Alexis Tsipras esteve reunido em conselho de ministros na manhã de quinta-feira

Em leitura:

Grécia: "Suspense" até ao fim

Tamanho do texto Aa Aa

Após ter-se avistado com líderes da oposição durante a noite, Alexis Tsipras esteve reunido em conselho de ministros na manhã de quinta-feira.

Bruxelas espera receber “propostas de reformas concretas e realistas”, tal como previsto, ou seja, até à meia-noite de 09 de julho.

As instituições irão analisá-las, e submeterão de seguida a sua avaliação ao Eurogrupo, que preparará a cimeira do euro agendada para domingo.

“Está tudo a correr bem. Não se devem preocupar. Está tudo a correr bem. Em breve iremos ficar bem. Vamos conseguir”, afirmou o ministro da Defesa, Panos Kammenos, à saída do concelho.

Na quarta-feira, o primeiro-ministro grego indicou que a proposta que a Grécia deve apresentar aos credores inclui “uma solução para o problema da sustentabilidade da dívida”.

“Tsipras já tinha concordado com o programa de Junker depois de ter expirado, com medidas num total de 8 mil milhões de euros. Agora estamos a avançar com um programa de 12 mil milhões a 15 mil milhões de euros, dado que a economia se deteriorou significativamente com o controlo de capitais”, sublinhou o analista Jason Manolopoulos.

Domingo é apontado pelos dirigentes europeus como o dia de todas as decisões, e se não houver acordo nesse dia a Europa partirá para o chamado ‘Grexit’, a saída da Grécia da zona euro.

“Disse que para mim um corte de cabelo clássico está fora de questão e não é de ontem para hoje que isso muda”, afirmou a Chanceler alemã Angela Merkel, de visita à Bósnia.

A dívida pública grega representa cerca de 180% do Produto Interno Bruto, ou seja, quase o dobro da riqueza produzida no país.