Última hora

Última hora

Gregos receosos quanto ao futuro

As novas medidas apresentadas ao Eurogrupo não entusismam os gregos, que sabem que vão continuar a apertar o cinto.

Em leitura:

Gregos receosos quanto ao futuro

Tamanho do texto Aa Aa

O pacote de medidas que o governo de Atenas vai apresentar ao Eurogrupo foi aprovado no Parlamento e tudo indica que vai ser aceite, acabando com o impasse e permitindo a entrada de dinheiro fresco. Mas os gregos estão tudo menos entusiasmados. Sabem que as novas medidas implicam voltar a apertar o cinto, apesar do “não” no referendo à austeridade imposta pelos credores.

Point of view

Qualquer grego que pense um pouco sabe que não temos expetativas, nada vai mudar. É o mesmo fato, só que usado do avesso, para parecer mais limpo.

“Qualquer grego que pense um pouco sabe que não temos expectativas, nada vai mudar. É o mesmo fato, só que usado do avesso, para parecer mais limpo. Que expectativas podemos ter? É um plano premeditado para impedir que as pessoas se levantem. Quer tenhamos votado sim ou não, é a mesma coisa”, diz um ateniense. Outro homem ouvido pela euronews diz: “Desde 2010, nunca estive otimista, estou sempre à espera do pior”.

Há, no entanto, quem acredite numa solução que traga o melhor para o país: “Vamos ao Eurogrupo bem organizados. Espero que as decisões que vão ser tomadas lá sejam as melhores para a Grécia. O país deve estar na União Europeia e na Eurozona e não fora. Vamos esperar que tudo corra bem”, diz uma mulher.

“Apesar do consenso no Parlamento, continua o clima de incerteza. Os gregos continuam divididos, mas há uma coisa que faz consenso: A maioria espera que, na cimeira do Eurogrupo deste sábado, seja conseguido um acordo que mantenha a Grécia no núcleo duro da União Europeia e na Zona Euro”, conclui o correspondente da euronews Panos Kitsikopoulos.