Última hora

Última hora

Quebrado o cessar-fogo no Iémen duas horas depois do acordo

Os ataques aéreos no Iémen, liderados pela Arábia Saudita, recomeçaram duas horas depois da trégua humanitária pedida pelas Nações Unidas. Esta

Em leitura:

Quebrado o cessar-fogo no Iémen duas horas depois do acordo

Tamanho do texto Aa Aa

Os ataques aéreos no Iémen, liderados pela Arábia Saudita, recomeçaram duas horas depois da trégua humanitária pedida pelas Nações Unidas.

Esta trégua devia prolongar-se durante uma semana, para permitir a distribuição de ajuda humanitária a 21 milhões de pessoas – que sofrem com os bombardeamentos e com a guerra civil.

Os bombardeamento atacaram posições militares a leste da capital Sanaa e também em Taiz.

Desde o final de março que uma coligação de países árabes tem vindo a bombardear as milícias Houthi, numa tentativa de devolver o poder ao Presidente do Iémen, Abd-Rabbu Mansour Hadi – foragido em Riad.

Os ataques aéreos e os combates já mataram mais de 3 mil pessoas, desde essa altura.