Última hora

Última hora

Israel: Khader Adnan libertado depois de 56 dias em greve de fome

Khader Adnan, o protagonista de uma greve de fome de 56 dias, foi libertado por Israel. É uma das principais figuras da Jihad Islâmica, na

Em leitura:

Israel: Khader Adnan libertado depois de 56 dias em greve de fome

Tamanho do texto Aa Aa

Khader Adnan, o protagonista de uma greve de fome de 56 dias, foi libertado por Israel.

É uma das principais figuras da Jihad Islâmica, na Cisjordânia, e saiu agora em liberdade, depois de ter estado um ano detido.

É considerado um símbolo da luta dos prisioneiros palestinianos nas prisões israelitas: “A ocupação cometeu um erro ao prender-me da primeira, da segunda e de todas as outras vezes. Hoje comete outro erro ao libertar-me, porque pensam que vou desistir da felicidade palestiniana, por me terem libertado mais cedo. É um ato de cobardia da ocupação que teme a felicidade palestiniana e o amor pelos prisioneiros.”

Foi recebido de forma triunfal à chegada à vila de Jenin, na Cisjordânia. Tem 37 anos e foi preso sem julgamento – tendo ficado sob prisão administrativa. Nas últimas semanas, Israel também libertou dois dirigentes do Hamas.