Última hora

Última hora

Grécia pode precisar de "banco mau"

Em leitura:

Grécia pode precisar de "banco mau"

Tamanho do texto Aa Aa

O acordo entre a Grécia e os credores para um novo empréstimo, em troco de várias reformas económicas, vai fazer com que os bancos gregos voltem a abrir, mas isso não é para já. Por enquanto, o cenário é o mesmo desde o dia 29 de junho. Bancos fechados e levantamentos limitados a 60 euros por dia.

A situação só será desbloqueada quando o Banco Central Europeu (BCE) revir a ajuda de emergência, que para já se mantém nos 89 mil milhões de euros. Para haver liquidez, os bancos gregos precisam de, pelo menos, entre 10 e 14 mil milhões.

“Os bancos da Grécia estão fechados há duas semanas e precisam de ser recapitalizados. Vão ter de criar um banco mau. Como é que isso vai funcionar? Vão, certamente, continuar a precisar do dinheiro do BCE”, diz o analista Michael Bingram.

Até o BCE voltar a abrir os cordões à bolsa, continua a corrida diária aos multibancos, com o controlo de capitais a manter-se. Mesmo se, oficialmente, os bancos deveriam reabrir esta terça-feira, é quase certo que essa reabertura não vai acontecer nos próximos dias.