Última hora

Última hora

Grécia: Programa de resgate precisa de ser mais trabalhado

Depois de uma maratona de negociações surgiu o acordo entre as instituições europeias e o governo grego mas o novo programa de resgate à Grécia

Em leitura:

Grécia: Programa de resgate precisa de ser mais trabalhado

Tamanho do texto Aa Aa

Depois de uma maratona de negociações surgiu o acordo entre as instituições europeias e o governo grego mas o novo programa de resgate à Grécia precisa ainda de ser trabalhado.

Para o presidente do Eurogrupo essa é uma tarefa que pode levar cerca de um mês.

Estamos, agora, a falar da criação de um programa completamente novo, para três anos. Vai envolver muito mais em termos de substância, e compromissos e necessidades de financiamento e isso vai levar tempo para negociar. Nós pedimos às instituições que fizessem isso o mais rápido possível mas, provavelmente, estará mais perto das quatro semanas do que das duas semanas. É a minha opinião e há quem me chame otimista”, afirma Jeroen Dijsselbloem.

Depois do ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schauble, propor uma saída temporária da Grécia da zona, o governo alemão recusou que a imagem do país tenha sido prejudicada pelas negociações, sublinhando que o acordo não é uma advertência para outros membros da zona euro.

Os deputados alemães devem votar, na sexta-feira, o terceiro programa de ajuda internacional à Grécia.

O Banco Central Europeu decidiu manter inalterado o teto máximo da linha de liquidez de emergência aos bancos gregos.