Última hora

Última hora

Economia chinesa cresce 7%

Em leitura:

Economia chinesa cresce 7%

Tamanho do texto Aa Aa

A economia da China teve um crescimento de 7%, tanto na primeira metade do ano, como no segundo trimestre. Foi um crescimento acima das previsões dos analistas, que trouxe alguma esperança à segunda maior economia do mundo, afetada por um enfraquecimento no comércio, pela deflação e, mais recentemente, por quedas acentuadas na bolsa.

“O ambiente económico, tanto externo como interno, continuou bastante complexo na primeira metade do ano. Quanto à situação global, a recuperação económica foi bastante mais baixa que a esperada, com uma grande polarização”, diz Sheng Laiyun, porta-voz do Gabinete Nacional de Estatísticas.

A bolsa de Xangai teve vários dias de quedas consecutivas. Chegou a falar-se em “crash” bolsista, com uma descida de 30% em apenas 3 semanas, depois de, no ano passado, o índice principal ter subido 150%.

O Estado interveio para parar maiores quedas, com medidas draconianas, como impedir os acionistas com mais de 5% de uma empresa de vender ações na bolsa.