This content is not available in your region

Grécia: Tsipras tenta conter vaga de revolta no Syriza

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Grécia: Tsipras tenta conter vaga de revolta no Syriza

<p>O primeiro-ministro grego tenta conter uma vaga de revolta dentro do seu próprio partido, a horas da votação das reformas exigidas pela Troika.</p> <p>Dois membros do governo demitiram-se hoje em protesto contra o acordo negociado em Bruxelas, quando metade dos deputados do Syriza afirmam rejeitar o entendimento.</p> <p>Uma vaga de revolta resumida hoje pelo ex-ministro das finanças e deputado do Syriza, Yanis Varoufakis, no parlamento:</p> <p>“Os poderosos pediram aos derrotados para aceitar termos que não têm o direito de pedir, e os derrotados aceitaram compromissos que não têm o direito de aceitar. Estas são as palavras de Keynes sobre o Tratado de Versalhes e o que temos hoje em frente é um novo Tratado de Versalhes”. </p> <p>Mais de metade dos membros do comité central do partido Syiriza assinaram hoje uma carta conjunta onde recusam as condições de um terceiro resgate.</p> <p>“A totalidade do Syriza não votou para o primeiro resgate, não votou para o segundo e tínhamos razão. E eu também não vou votar por um terceiro resgate, o mesmo que vai ser hoje submetido ao parlamento”, afirma o atual ministro da Energia, Anagiotis Lafazanis.</p> <p>Um sentimento partilhado pela recém-nomeada vice-ministra das Finanças, Nadia Valavani. </p> <p>A política próxima de Tsipras, demitiu-se com uma carta na qual considera o acordo como “uma humilhação para o governo e para o país”.</p> <p>Um cenário que não ameaça a aprovação das reformas no parlamento, apoiadas pela oposição em bloco, mas que pode pôr em causa a estabilidade do executivo de Tsipras.</p> <p>O primeiro-ministro rejeitou ontem demitir-se ou remodelar o governo, quando as divisões no seu partido poderiam levar à convocação de eleições antecipadas.</p>