Última hora

Última hora

Nova Iorque: O Cromossoma Y está na moda

Em leitura:

Nova Iorque: O Cromossoma Y está na moda

Tamanho do texto Aa Aa

O cromossoma Y é o destaque da semana na Big Apple. Esta é a primeira edição da Semana da Moda Masculina, de Nova Iorque. As propostas masculinas

O cromossoma Y é o destaque da semana na Big Apple. Esta é a primeira edição da Semana da Moda Masculina, de Nova Iorque.

As propostas masculinas costumavam dividir o palco com as coleções femininas, mas este ano tudo muda e os estilistas de moda de homem são o centro das atenções, durante 4 dias.

Os modelos da Cadet, de Brooklyn, caíram de pára-quedas: a marca tentou captar o espírito e a nostalgia do pós-guerra: “A coleção foi inspirada numa fotografia antiga de pára-quedistas da Segunda Guerra Mundial que invadiram a Normandia. Foram os primeiros a entrar na Normandia. Essa imagem inspirou-me bastante, porque é intemporal e muito masculina. Modernizámos as silhuetas e atualizámos os tecidos. Usámos muitos tecidos tecnológicos, assim como tecidos naturais, como o algodão e a lã de merino” – diz Raul Arevalo, o estilista e cofundador da marca.

Carlos Garciavelez apresentou a segunda coleção de moda masculina. Visuais atléticos e muito azul marinho com toques de néon – num conceito que tenta explorar a luz: “A coleção gira em torno da luz. É sobre a qualidade efémera da luz e como pode ser traduzida no corpo e no que vestimos. Tem a ver com escolher e mostrar… Alguns pontos de luz são mais subtis, outros são mais brilhantes. Tem a ver com a revelação do nosso lado mais aventureiro.”

No primeiro dia, a Boyswear e David Hart também apresentaram ao mundo as coleções masculinas.

A Semana da Moda Masculina de Nova Iorque junta-se agora, oficialmente, às semanas de Londres, Paris e Milão e estende-se até 16 de julho.