This content is not available in your region

Turquia reforça fronteira com Síria depois de atentado de Suruç

Access to the comments Comentários
De  Rodrigo Barbosa  com Reuters / Lusa / AFP
Turquia reforça fronteira com Síria depois de atentado de Suruç

<p>A Turquia vai reforçar as medidas de segurança na fronteira com a Síria, depois do atentado suicida que fez mais de 30 mortos e uma centena de feridos na cidade de Suruç, a maioria estudantes.</p> <p>O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro turco. Ankara atribuiu a responsabilidade do ataque ao grupo extremista Estado Islâmico.</p> <p>O presidente Recep Tayyip Erdogan afirmou que a Turquia “condena o terrorismo, seja qual for a sua proveniência. Não há lugar, em nenhuma religião ou país para o terrorismo. E é por isso que [a Turquia] sempre tem sublinhado e continua a sublinhar a necessidade de uma luta internacional contra o terrorismo”.</p> <p>Localizada junto à fronteira síria, a uma dezena de quilómetros da cidade de Kobani, teatro de ferozes combates entre as forças curdas e os “jihadistas” do Estado Islâmico, Suruç foi palco de protestos na sequência do atentado, que degeneraram em confrontos com as autoridades.</p> <p>O atentado, condenado pela União Europeia, pelos Estados Unidos e pela <span class="caps">NATO</span>, motivou também manifestações em Istambul e em várias cidades europeias.</p>