Última hora

Última hora

Zarif explica acordo sobre o nuclear no parlamento iraniano

O chefe da diplomacia iraniana defendeu esta terça-feira o acordo com as grandes potências acerca do nuclear no parlamento de Teerão, composto por

Em leitura:

Zarif explica acordo sobre o nuclear no parlamento iraniano

Tamanho do texto Aa Aa

O chefe da diplomacia iraniana defendeu esta terça-feira o acordo com as grandes potências acerca do nuclear no parlamento de Teerão, composto por uma maioria de deputados hostis face a qualquer pacto com os Estados Unidos.

Mohammad Javad Zarif afirmou que a maioria das condições impostas pelo Irão nas discussões em Viena foi respeitada. O ministro iraniano dos Negócios Estrangeiros frisou que nunca foi dito que o acordo “seria completamente para benefício” do Irão, sublinhando que “qualquer negociação inclui ‘dar e receber’. Houve alguma clemência e flexibilidade, mas foram calculadas. O mais importante é o resultado final e a mão que se levanta no momento da vitória”.

A Guarda Revolucionária Iraniana e a ala mais dura do regime criticaram diretamente a resolução do Conselho de Segurança da ONU que aprova o acordo de Viena.

O porta-voz do Conselho iraniano de Segurança Nacional, Nowzar Shafiee, frisou, no entanto, que o parlamento fez um interpretação positiva [do acordo de Viena] e da resolução do Conselho de Segurança [das Nações Unidas]. O critério do parlamento é a aplicação [do acordo], tal como foi escrito”.

O pacto de Viena deve ser validado pelo Conselho de Segurança Nacional e, em última instância, pelo guia supremo, o “ayatollah” Ali Khamenei.

O correspondente da euronews, Javad Montazeri, diz que “a missão de Zarif no parlamento iraniano não é mais fácil do que a realizada em Viena. Deve não só esclarecer algumas ambiguidades, mas também convencer deputados ‘fundamentalistas’, para que o governo ultrapasse o último obstáculo do seu principal desafio”.