Última hora

Última hora

Nova vaga de migrantes em Espanha e Itália

O grupo de 580 pessoas chegadas a Messina inclui recém-nascidos.

Em leitura:

Nova vaga de migrantes em Espanha e Itália

Tamanho do texto Aa Aa

As costas de Espanha e da Itália receberam novas vagas de migrantes.

Ao porto de Motril, no sul de Espanha, chegaram 47 pessoas, incluindo crianças e uma mulher grávida. A Espanha tem vindo a ser criticada por aceitar apenas um terço da quota de migrantes que lhe é reservada pela União Europeia.

A Guardia Civil espanhola participou em operações também na costa italiana e prendeu três pessoas, suspeitas de tráfico de seres humanos.

A Itália, juntamente com a Grécia, é a principal porta de entrada de migrantes na Europa.

Só esta quarta-feira, chegaram ao porto de Messina, na Sicília, 580 pessoas, vindas sobretudo da África subsaariana, da Síria e do Bangladeche. O grupo chegou num navio da guarda costeira italiana. É parte de um grupo maior, de 1400 pessoas, resgatadas no mar, em várias operações na segunda-feira.

Entre este grupo há vários bebés, que terão nascido durante a travessia.

Nos primeiros sete meses do ano, já chegaram às costas europeias cerca de 150 mil migrantes, vindos de África.