Última hora

Última hora

Crise em Calais: pelo menos 1,500 imigrantes tentam atravessar o túnel

No norte de França prossegue o braço de ferro entre os imigrantes ilegais e as autoridades francesas. Informações dão conta de que na noite de terça

Em leitura:

Crise em Calais: pelo menos 1,500 imigrantes tentam atravessar o túnel

Tamanho do texto Aa Aa

No norte de França prossegue o braço de ferro entre os imigrantes ilegais e as autoridades francesas.

Informações dão conta de que na noite de terça para quarta-feira, pelo menos 1,500 pessoas teriam tentado atravessar o túnel em direção à Grã-Bretanha.

As autoridades dão conta de pelo menos um morto e seis feridos.

Falando a partir de Singapura onde se encontra de visita, o primeiro-ministro britânico David Cameron afirma estar a acompanhar os desenvolvimentos.

“Estamos a trabalhar com os franceses. A ministra do Interior, Theresa May, já se reuniu com o ministro francês do Interior e estamos a investir dinheiro nas barreiras em redor de Calais, vamos ainda colocar uma cerca em torno de Coquelles, estamos a fazer tudo ao nosso alcance” afirmou o primeiro-ministro.

As incursões pelos imigrantes estão a provocar perturbações no tráfego rodoviário entre os dois países.

Uma contagem oficial realizada no início do mês dá conta de pelo menos três mil imigrantes na zona de Calais, na sua maioria oriundos do Sudão, Eritreia, Etiópia e Afeganistão.