Última hora

Última hora

Turquia: Mantém campanha militar contra o PKK

A Turquia continua a bombardear posições dos rebeldes curdos no norte do Iraque e também na Síria. O governo esperava no Parlamento uma posição comum

Em leitura:

Turquia: Mantém campanha militar contra o PKK

Tamanho do texto Aa Aa

A Turquia continua a bombardear posições dos rebeldes curdos no norte do Iraque e também na Síria.

O governo esperava no Parlamento uma posição comum contra o terrorismo dos diferentes partidos que não obteve.

Aliados ocidentais disseram que reconhecem o direito da Turquia à auto-defesa, mas pediram para não destruirem os esforços de paz com a comunidade curda.

Ahmet Davutoglu, o primeiro-ministro da Turquia declarou:

“Quando o futuro do país e da democracia está em questão, aqueles que não exibem uma atitude clara não possuem qualquer direito para serem informados sobre o terror”.

O governo de Ancara aprovou formalmente um acordo com os Estados Unidos que inclui a abertura de bases aéreas para a coligação contra os militantes do auto denomidado Estado Islâmico.

Em Bruxelas, representantes do Partido Democrático Popular, do Congresso Nacional do Curdistão (KNK), e Instituto Curdo protestaram frente ao Parlamento Europeu para denunciarem a agressão do Estado turco sobre o PKK e civis curdos no sul do Curdistão.