This content is not available in your region

Turquia volta a bombardear PKK após reconhecer "impossibilidade" de paz

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Turquia volta a bombardear PKK após reconhecer "impossibilidade" de paz

<p>A Turquia lançou esta noite uma terceira vaga de bombardeamentos sobre posições dos separatistas do <span class="caps">PKK</span> no norte do Iraque.</p> <p>Segundo testemunhas locais, oito F-16 das forças turcas teriam visado a zona de Dohuk, na fronteira entre a Turquia e o Iraque, enquanto seis caças bombardearam as montanhas Balakayeti, no Curdistão iraquiano.</p> <p>Os dois ataques, os mais intensos de sempre da campanha iniciada na semana passada, ocorrem depois do primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, ter considerado a ofensiva como uma violação do território iraquiano.</p> <p>Num discurso ao país, o presidente turco Recep Tayyp Erdogan reconheceu que o processo de paz com a guerrilha curda encontra-se cancelado depois do <span class="caps">PKK</span> ter reivindicado várias ações de represália contra militares turcos.</p> <p>Erdogan exigiu igualmente o levantamento da imunidade parlamentar dos deputados do partido pró-curdo <span class="caps">HDP</span>, segundo o primeiro-ministro, com ligações ao <span class="caps">PKK</span>.</p> <p>Desde a semana passada que o governo turco é acusado de utilizar a campanha militar com fins eleitoralistas, quando o <span class="caps">HDP</span> pôs fim à maioria do partido governamental nas eleições de junho.</p>