Última hora

Última hora

Proença toma posse na Liga de Clubes para rentabilizar o futebol

O antigo árbitro contava com o apoio de Sporting e FC Porto e somou 32 votos contra 23 do antigo dirigente "leonino", a quem o apoio de Benfica e Braga não bastou para ser reeleito

Em leitura:

Proença toma posse na Liga de Clubes para rentabilizar o futebol

Tamanho do texto Aa Aa

Pedro Proença tomou posse esta quinta-feira da presidência da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), numa cerimónia na qual se destacaram as ausências de representantes do Benfica, do Sporting de Braga e a do seu antecessor, Luís Duque.





Quem é Pedro Proença?

Nascimento: 3 de novembro de 1970 (44 anos)
Família: Casado com Carla Rufino, 1 filha
Naturalidade: Lisboa, Portugal
Profissão: Diretor financeiro/ contabilista

Árbitro: desde 1988
Árbitro de 1.a categoria: 1998
Árbitro FIFA desde 2003
Árbitro Elite UEFA desde 2009

Ponto alto: 2012
Final da Liga dos Campeões
Final do Euro'2012

Último jogo:
Atribuição de 3.° e 4.° lugar no Mundial de clubes
(20 de dezembro 2014)

Retirou-se a 22 de janeiro de 2015. A 3 de julho foi eleito para o Comité de Arbitragem da UEFA. A 28 de julho foi eleito presidente da LPFP

No discurso de circunstância, o novo presidente da LPFP destacou que “mesmo nos momentos de adversidade, a Liga perseverou”. “Não só devido ao empenho e dedicação de todos, mas também porque permaneceu fiel aos seus princípios”, disse Proença, admitindo que a sua equipa “tudo fará para dignificar os valores de profissionalismo, rigor e credibilidade” do organismo.

Pedro Proença considerou ainda que o futebol português “atravessa um período difícil, dada a inexistência de um modelo competitivo voltado para o negócio”, esclarecendo que toda essa situação “contribuiu para o atual estado de insolvência financeira”.

“Sem qualquer pudor, assumo que os desafios que enfrentamos são reais e não serão solucionados facilmente, nem num curto espaço de tempo. Mas asseguro-vos que esta direção tudo fará para resolvê-los”, prometeu.

Como objetivo, Pedro Proença explicou que será necessário “definir um plano estratégico para a Liga, aumentar a competitividade, definir um modelo justo, transparente e equitativo de distribuição de receitas e gerar mais valor para os ‘stakeholders’”.

“Para além disso é preciso introduzir novas tecnologias; criar um modelo baseado na meritocracia e competência; adotar as práticas de sucesso das principais ligas europeias; rentabilizar as várias vertentes do espetáculo e atrair mais público e mais patrocínios”, referiu ainda.

Pedro Proença reforçou ainda a posição do futebol português na Europa, mostrando-se otimista em relação ao futuro. “Continuamos a ser uma das mais competitivas ligas europeias e mundiais. Temos os melhores jogadores do mundo, treinadores de mérito reconhecido internacionalmente, árbitros de craveira mundial, dirigentes competentes, empresários desportivos bem-sucedidos. Organizamos, com excelência, fases finais de competições internacionais. Temos tudo para dar certo”, finalizou.

Proença bateu Luis Duque por 9 votos


Pedro Proença admitiu terça-feira, no primeiro discurso logo após a eleição para a presidência da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), o desejo de reunir “todos os clubes, sem exceção” em torno do objetivo a que se propôs para o organismo.

“Serei o presidente de todos os clubes, sem exceção, e é com muita honra que vou abraçar esta causa”, disse numa breve declaração aos jornalistas, logo após as eleições.





Pedro Proença, de 44 anos, foi eleito para presidente da Liga de clubes, conseguindo 32 votos contra 23 de Luís Duque. O antigo Presidente da SAD do Sporting, que tinha curiosamente o apoio, entre outros, de Benfica, Sporting de Braga e Belenenses, deixou o cargo ao final de nove meses. Eleito a 27 de outubro de 2014, desta feita apenas seis clubes do primeiro escalão da LPFP e 11 do segundo votaram em Duque.

O futebol português está de parabéns!Os Clubes podem olhar para o futuro com mais esperança e tenho a certeza que todos…

Posted by Presidente do Sporting Clube de Portugal – Bruno de Carvalho on Terça-feira, 28 de Julho de 2015


Vitor Pereira felicita Pedro Proença


O presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol felicitou Pedro Proença pela eleição. Vitor Pereira manifestou-se disponível para uma “colaboração profícua em benefício do futebol português.”

“Na qualidade de presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol, venho, por este meio, felicitá-lo pela eleição e desejar-lhe as maiores felicidades para o mandato como presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional. Manifesto a minha total disponibilidade e do Conselho de Arbitragem para uma colaboração profícua em benefício do futebol português”, pode ler-se em mensagem enviada por Vitor Pereira, a que a Lusa teve acesso.

Associação de árbitros elogia novo lider da Liga


A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) também felicitou o antigo árbitro Pedro Proença pela eleição para o cargo de presidente da LPFP, sete meses após ter decidido pendurar em definitivo o apito.

“Como pessoa, árbitro e profissional, sempre pautou a sua postura pela correção, elevação e superação, somando, na sua carreira, inúmeros êxitos a nível nacional e internacional”, refere o organismo em comunicado.

A APAF manifesta a vontade de que o organismo e a LPFP “possam ser parceiros de entendimento e diálogo, nos desafios relacionados com o futebol português e em particular com a arbitragem Portuguesa”.


Veja aqui a reportagem especial realizada em 2014 pela SIC com Pedro Proença


PEDRO PROENÇA – ÁRBITRO DE ELITE par duncan_lx