Última hora

Última hora

Grevistas bloqueiam o porto de Calais

O bloqueio segue-se à decisão de liquidar a empresa SeaFrance, que opera os "ferryboats" da MyFerryLink.

Em leitura:

Grevistas bloqueiam o porto de Calais

Tamanho do texto Aa Aa

O acesso ao porto de Calais, no Canal da Mancha, em França, esteve bloqueado durante toda a manhã e o início da tarde pelos trabalhadores em greve da empresa SeaFrance, depois de não se ter chegado a acordo sobre o futuro da empresa e dos postos de trabalho.

A SeaFrance abriu oficialmente falência esta sexta-feira. O tribunal decretou a liquidação da companhia.

Mantém-se assim o projeto da MyFerryLink, filial da Eurotunnel, vender a um concorrente dinamarquês os três “ferryboats” que detém e que são atualmente explorados pela SeaFrance para fazer a travessia do Canal da Mancha.

Segundo o secretário de Estado francês dos transportes, Alain Vidalies, dos atuais 487 postos de trabalho da SeaFrance, 380 vão conseguir ser salvos.

Os trabalhadores querem que o governo salve a empresa, tal como fez já com outra companhia marítima, a SNCM.