Última hora

Última hora

Férias: Atravessar França a passo de caracol

Imagine uma fila de transito maior do que Portugal de norte a sul. É o que vivem, este sábado, os automobilistas que têm de atravessar França.

Em leitura:

Férias: Atravessar França a passo de caracol

Tamanho do texto Aa Aa

Imagine uma fila de transito maior do que Portugal de norte a sul. É o que vivem, este sábado, os automobilistas que têm de atravessar França. No momento mais negro do dia, pouco antes da hora de almoço, os engarrafamentos acumulados somavam 880 km. É como se uma fila de trânsito começasse em Paris e só terminasse em Saint-Tropez ou em Perpignan, já próximo da fronteira com Espanha.

Quem veio da Bélgica, afirma que demorou “12 horas” para chegar à região de Lyon e ainda tinha mais estrada pela frente.

Os engarrafamentos estendem-se também por Espanha e nas entradas em Portugal.

Condutores e passageiros acumulam cansaço, os riscos de um acidente aumentam e qualquer toque só piora ainda mais uma jornada classificada de “negra” nas estradas por parte das autoridades gaulesas.

Mesmo assim as coisas não estão tão más como a 2 de agosto do ano passado, quando os engarrafamentos atingiram o recorde de 996 km. Mas 2 de agosto é já este domingo.

Pode ver aqui imagens em direto do cruzamento da A7 com a A9, próximo de Orange, um dos mais utilizados por quem se dirige para o sul da Europa: