Última hora

Última hora

México: Fotojornalista encontrado morto a tiro numa casa

Os cadáveres de Rubén Espinosa e de mais quatro mulheres foram encontrados num apartamento da classe média na capital mexicana com balas no corpo, informaram as autoridades, que abriram uma investigaç

Em leitura:

México: Fotojornalista encontrado morto a tiro numa casa

Tamanho do texto Aa Aa

Foi encontrado morto, este sábado, na Cidade do México, um fotojornalista que tinha abandonado há algumas semanas o seu estado natal por se sentir ameaçado.

Os cadáveres de Rubén Espinosa e de mais quatro mulheres foram encontrados num apartamento da classe média na capital mexicana com balas no corpo, informaram as autoridades, que abriram uma investigação por homicídio.

Espinosa, que colaborava com o semanário de investigação “Proceso” e com a agência “Cuartoscuro”, fez parte de movimentos que denunciam os assassinatos de jornalistas em Veracruz e tinha abandonado há algumas semanas a região por se sentir ameaçado.

A família, que já identificou o cadáver, tinha contactado pela última vez com Espinosa na sexta-feira.

O fotojornalista tinha falado das ameaças contra os jornalistas em Veracruz num programa da “Rompeviento TV” no dia 9 de julho deste ano: