Última hora

Última hora

Promessas do desporto brilharam no Festival Olímpico da Juventude Europeia Tbilissi 2015

O Festival Olímpico da Juventude Europeia despediu-se de Tbilissi, na Geórgia, este sábado. Durante uma semana, a décima terceira edição deste evento

Em leitura:

Promessas do desporto brilharam no Festival Olímpico da Juventude Europeia Tbilissi 2015

Tamanho do texto Aa Aa

O Festival Olímpico da Juventude Europeia despediu-se de Tbilissi, na Geórgia, este sábado. Durante uma semana, a décima terceira edição deste evento bienal reuniu 2334 atletas de 50 países. Portugal esteve representado por 24 atletas em seis modalidades. O atletismo trouxe-nos as melhores classificações: Joana Carlos, nos cem metros, e Diogo Guerra, nos 110 metros barreiras, ficaram a um degrau do pódio.

A delegação russa foi a mais medalhada, graças ao bom desempenho das ginastas que conquistaram boa parte das 36 medalhas. A equipa da casa ficou na décima posição do ranking das medalhas, quase todas ganhas no judo.

Vejamos então quais foram os destaques desta edição do Festival Olímpico da Juventude Europeia Tbilissi 2015.

No primeiro dia de competição a prova de 2 mil metros obstáculos centrou as atenções. O austríaco Stefan Schmid venceu a prova masculina enquanto no quadro feminino a holandesa Jasmin Bakker foi a grande vencedora.

Nos 400 metros barreiras Viivi Lehikainen bateu o recorde da competição. A jovem finlandesa percorreu a distância em 57 segundos e 74 centésimos, menos 25 centésimos que a marca precedente.

No salto à vara a duas primeiras classificadas da prova feminina também melhoraram os registos do festival. A russa Elizaveta Bondarenko saltou 4 metros e vinte e a sueca Lisa Ulrika Gunnarson falhou o ouro por cinco centímetros.

Mas foi na ginástica que a Rússia exerceu um vasto domínio. Entre as ginastas russas é preciso reter o nome de Daria Skrypnik, vencedora de três medalhas de ouro e uma de prata.

No quadro masculino o destaque vai para Joe Conner Fraser. O britânico arrecadou cinco medalhas, três de ouro, uma de prata e uma de bronze.

O judo foi a disciplina que permitiu aos atletas da casa brilhar. Das dez medalhas ganhas pela delegação da Geórgia, nove foram no tatami, quatro de ouro.

A festa terminou no sábado depois de seis dias de competição. Os atletas sonham agora com outros jogos olímpicos. Pode ser que voltemos a encontrar alguns nomes já no Rio de Janeiro. O próximo Festival Olímpico da Juventude Europeia está marcado para daqui a dois anos, na cidade húngara de Gyor.