Última hora

Última hora

Detidos alegados responsáveis pela morte de 200 imigrantes

A polícia italiana deteve três líbios e dois argelinos, acusados de múltiplo homicídio e tráfico humano pela presumível morte por afogamento de 200

Em leitura:

Detidos alegados responsáveis pela morte de 200 imigrantes

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia italiana deteve três líbios e dois argelinos, acusados de múltiplo homicídio e tráfico humano pela presumível morte por afogamento de 200 imigrantes no Mediterrâneo.

Os cinco foram detidos em Palermo, aonde chegaram os 370 sobreviventes do naufrágio de quarta-feira. A polícia alega que os imigrantes foram espancados e esfaqueados durante a viagem. E que muitos estariam trancados no porão.

Entretanto, uma delicada operação de salvamento realizada, quinta-feira, por barcos humanitários permitiu salvar todos os passageiros de uma embarcação de pesca, que corria o risco de afundar como a de quarta-feira.

No total dos dois resgates, foram salvos 613 imigrantes, entre eles muitas mulheres e crianças.