Última hora

Última hora

Ex-refém francesa libertada no Iémen chegou a Paris

Isabelle Prime chegou esta sexta-feira a Paris, um dia depois de ter sido libertada no Iémen, onde esteve sequestrada durante cinco meses. A ex-refém

Em leitura:

Ex-refém francesa libertada no Iémen chegou a Paris

Tamanho do texto Aa Aa

Isabelle Prime chegou esta sexta-feira a Paris, um dia depois de ter sido libertada no Iémen, onde esteve sequestrada durante cinco meses.

A ex-refém francesa foi recebida pelo presidente François Hollande e pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Laurent Fabius.

Prime explicou que “a detenção durou cerca de cinco meses”, mas disse que “sempre soube” que a França a apoiaria, “pois nunca abandonou nenhum dos seus compatriotas”. E fez questão de “agradecer aos serviços que se ocuparam da [sua] família e [dela própria] quando chegou a Omã”.

Hollande aproveitou para advertir que “os cidadãos franceses em zonas de risco devem ter o máximo cuidado para não se exporem. Há alguns que são obrigados a fazê-lo, por é a sua missão, mas os outros devem ser prudentes”.

Prime estava no Iémen desde 2013 e trabalhava em Saná para a empresa Ayala Consulting, especializada em programas de proteção social, quando foi sequestrada, a 24 de fevereiro, por um grupo de homes disfarçados de polícias. A sua intérprete, raptada na mesma ocasião, tinha sido libertada em março.

A identidade dos sequestradores é ainda uma incógnita.