Última hora

Última hora

EUA: Um ano após a morte de Michael Brown os tiros voltam às ruas de Ferguson

A violência voltou às ruas de Ferguson, Missouri, nos Estados Unidos da América. Um jovem de 18 anos ficou gravemente ferido após um tiroteio

Em leitura:

EUA: Um ano após a morte de Michael Brown os tiros voltam às ruas de Ferguson

Tamanho do texto Aa Aa

A violência voltou às ruas de Ferguson, Missouri, nos Estados Unidos da América.

Um jovem de 18 anos ficou gravemente ferido após um tiroteio, durante uma marcha para marcar o aniversário da morte de Michael Brown, um adolescente de 18 anos, negro, assassinado por um polícia branco, Darren Wilson.

Tyrone Harris Jr é um dos alegados autores dos disparos.

Os tiros foram disparados quando a polícia tentava desmobilizar um grupo de pessoas que estava a bloquear o trânsito e tinha, já, partido as montras de várias lojas.

Os manifestantes correm à procura de abrigo após o começo do tiroteio, em Ferguson. Reuters/ Rick Wilking

De acordo com as autoridades, o tiroteio teve origem em confrontos entre dois grupos rivais.

“Esta noite, tivemos relatos de saques na rua West Florissant. Por isso, tivemos uma situação em que alguns estabelecimentos foram assaltados. Foram disparados vários tiros, cerca de 40, 50, durante mais de 45 segundos. Pode ter sido durante mais tempo… Foi um tiroteio entre dois grupos, assegura o chefe da polícia do condado de St. Louis, Jon Belmar.

A polícia fez questão de frisar que os autores dos disparos eram criminosos e não faziam parte dos manifestantes, que horas antes percorreram as ruas de Ferguson.

A marcha em homenagem ao jovem negro, assassinado a 9 de agosto de 2014, juntou cerca de três centenas de pessoas, decorreu pacificamente e foi liderada pela família de Michael Brown.

A morte do jovem de 18 anos, desarmado, gerou uma onda de protestos e manifestações por todo o país com episódios violentos, que chegaram a estender-se a 170 cidades.

O caso de Ferguson reabriu dois debates chave nos Estados Unidos: a discriminação racial e a violência policial.

Vídeo amador retrata o momento do início dos tiros, em Ferguson.

Pode saber mais:

http://pt.euronews.com/2014/08/12/fbi-abre-investigacao-ao-policia-que-matou-afro-americano-desarmado/

http://pt.euronews.com/2014/11/25/eua-sentimento-de-injustica-nas-comunidades-minoritarias/

http://pt.euronews.com/2014/11/26/ferguson-obama-critica-violencia-mas-compreende-a-frustracao-das-pessoas/