Última hora

Última hora

Fragmentos do MH17 podem ser de um míssil russo

Alguns dos destroços encontrados no local do desastre do avião da Malaysia Airlines que caiu no leste ucraniano no ano passado pertencerão a um

Em leitura:

Fragmentos do MH17 podem ser de um míssil russo

Tamanho do texto Aa Aa

Alguns dos destroços encontrados no local do desastre do avião da Malaysia Airlines que caiu no leste ucraniano no ano passado pertencerão a um míssil de fabrico russo.

A suspeita foi divulgada pelos procuradores holandeses que lideram a investigação internacional à queda do avião.

“O próximo passo é estabelecer se facto foi um sistema de míssil que abateu o MH17 e se for verdade, temos muito material na investigação que nos pode ajudar a determinar onde foi este míssil construído e quem era o proprietário”, afirmou o chefe da investigação holandês.

A maior parte das 238 pessoas que morreram era holandesa. A confirmar-se existirem destroços de um projétil, poderá ser um míssil terra-ar do tipo BUK.

As investigações prosseguem, em outubro será publicado o relatório final.