Última hora

Última hora

Birmânia: Guerra aberta no partido do poder

O chefe do partido no poder na Birmânia, Shwe Mann, foi demitido esta quinta-feira e substituído pelo vice-presidente Htay Oo,  um próximo do

Em leitura:

Birmânia: Guerra aberta no partido do poder

Tamanho do texto Aa Aa

O chefe do partido no poder na Birmânia, Shwe Mann, foi demitido esta quinta-feira e substituído pelo vice-presidente
Htay Oo,  um próximo do presidente Thein Sein.

Ontem, a polícia realisou buscas aos escritório do USDP, o partido da maioria, o que mostra a tensão instalada nos últimos meses e a guerra em vigor pelo poder tendo em vista as eleições presidenciais em Novembro.

De acordo com o porta-voz da Presidência, que se recusou a comentar sobre o envio de forças policiais para cercar a sede do USDP, Shwe Mann não foi detido.

O político que também é presidente do Parlamento, elogiou recentemente em público a ideia de trabalhar em estreita colaboração com Aung San Suu Kyi, líder da oposição. A Liga Nacional para a Democracia (NLD), o partido de Suu Kyi, é dada favorita para as eleições de 08 de novembro apesar do artigo da Constituição que a impede de aceder à função suprema.