Última hora

Última hora

Ataque suicida mata ministro do Interior da província mais rica do Paquistão

O ministro do Interior da província de Punjab, a mais rica do Paquistão, morreu este domingo na sequência de um ataque suicida à sua residência, onde

Em leitura:

Ataque suicida mata ministro do Interior da província mais rica do Paquistão

Tamanho do texto Aa Aa

O ministro do Interior da província de Punjab, a mais rica do Paquistão, morreu este domingo na sequência de um ataque suicida à sua residência, onde decorria um encontro político com cerca de 70 pessoas presentes. De acordo com as autoridades provinciais, Shuja Khanzada ficou soterrado nos escombros do telhado do edifício.

A residência do ministro localiza-se em Shadi Khan, uma aldeia dos distrito de Attock situada cerca de 70 quilómetros a noroeste de Islamabade, a capital do Paquistão. No ataque morreram ainda mais 11 pessoas, entre elas um superintendente adjunto da polícia (foto em baixo).



O comissário Zahid Saeed adiantou que o ataque foi realizado por um suicida que conseguiu iludir os seguranças, infiltrar-se na residência. Após o bombista ter-se feito explodir, o edifício desabou e mais de 20 pessoas ficaram soterradas debaixo dos escombros, das quais 17 foram resgatadas. Há relatos de pelo menos 30 feridos.



O grupo rebelde Lashkar-e-Islam, afiliado aos Talibãs, já reivindicou o ataque, justificando-o como retaliação às operações militares sofridas em zonas tribais. “Este tipo de ataques vai continuar”, avisou SAlahuddin Ayubi, o porta-voz dos insurgentes.

O primeiro-ministro paquistanês, Nawaz Sharif, já condenou o “ataque terrorista” e expressou condolências pelos mortos.

O ministro tinha sido empossado em outubro, estava ao comando das operações locais contra grupos insurgentes em Punjab e já havia recebido ameaças, revelou recentemente o ministro dos Assuntos Parlamentares, Aftab Ahmed Sheikh, ao canal público da televisão paquistanesa.