Última hora

Última hora

Google robótica: Atlas já corre pela floresta

Em leitura:

Google robótica: Atlas já corre pela floresta

Google robótica: Atlas já corre pela floresta
Tamanho do texto Aa Aa

A Boston Dynamics, empresa de robótica comprada pela Google, agora integrada na holding Alphabet, demonstrou um pouco mais sobre os ambiciosos projetos. Apresentou agora o robô humanoide Atlas, capaz de andar sobre duas pernas em terrenos acidentados.

Corre em espaço aberto, embora ainda dependa de um cabo de alimentação de energia. Até agora, a Boston Dynamics não tinha mostrado o robô a correr na natureza. O objetivo da empresa é libertar o robô do cabo.

O Atlas pode correr numa superfície rochosa bastante instável e manter o equilíbrio. Também consegue permanecer em pé, se sofrer um abano ou pancada lateral. O objetivo é que realize tarefas demasiado perigosas para o homem.

Este robô não possui controle remoto, ainda, tem um grau de autonomia para se mover e navegar por determinado ambiente. Pela velocidade em que se move, compreende-se que a Boston Dynamics evoluiu muito desde a aquisição pela Google, em 2013.

Em Fevereiro, apresentou um novo cão robô, o Spot, um quadrúpede muito parecido com o melhor amigo do homem, desenvolvido para funcionamento em espaços interiores e exteriores e pensado para missões de busca e salvamento.

O Spot é uma versão mais pequena e silenciosa dos outros robôs de quatro patas criados pela Boston Dynamics, especializada no desenvolvimento de robôs mais ágeis, com mais mobilidade e velocidade – um objetivo que parece ter sido atingido com Spot. O robô pesa 72,5 kg, tem um aspeto semelhante ao de um cão grande, e funciona com um motor elétrico e um sistema hidráulico. As pernas apresentam semelhanças às de um bode, o que lhe confere agilidade mesmo em terrenos acidentados e com declives acentuados.
O Spot também é dotado de estabilidade suficiente para não perder o equilíbrio com impactos fortes, mostrando a capacidade recuperar rapidamente o equilíbrio.

O Spot é uma versão mais pequena e mais ecológica do robô Big Dog, que utiliza um motor de combustão interna. O Big Dog foi criado para ajudar militares no transporte de materiais, um projeto financiado pela Defense Advanced Research Project Agency dos Estados Unidos (DARPA).