Última hora

Em leitura:

Gregos reagem à demissão de Alexis Tsipras


Espanha

Gregos reagem à demissão de Alexis Tsipras

Nas ruas de Atenas, as reações à demissão do primeiro-ministro Alexis Tsipras já se fazem ouvir. Para muitos gregos, a decisão que agora se tornou pública, só vem agravar ainda mais o ambiente altamente instável que se vive no país.

Só este ano, os gregos já foram às urnas para escolher um novo governo e para participar num referendo.

“Estas movimentações não são boas para o nosso país. De tempo a tempo temos eleições e isso tem um custo. Os acontecimentos desenrolam-se rapidamente”, diz Alexandros Brilis.

“O povo grego decidiu há sete meses. O referendo aconteceu há cerca de um mês e meio atrás. Julgo que é muito prematuro. Este Governo deveria ter continuado e as eleições deveriam ter sido adiadas”, acrescenta Georgia Kiritsa.

A ala mais à esquerda do Syriza poderá anunciar em breve a formação de um novo partido encabeçado pelo antigo ministro da Energia, Panagiotis Lafazanis, pela presidente do Parlamento, Zoe Konstantopoulou, e, talvez, pelo antigo ministro das Finanças, Yanis Varoufakis.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Escândalos sexuais com capacetes azuis na República Centro-Africana