Última hora

Última hora

Polónia: Descoberto comboio blindado da II Guerra Mundial que pode ter ouro nazi

Dois homens, um polaco e um alemão, revelaram ter encontrado, num túnel perdido na região de Walbrzych, no sudoeste da Polónia, junto à República

Em leitura:

Polónia: Descoberto comboio blindado da II Guerra Mundial que pode ter ouro nazi

Tamanho do texto Aa Aa

Dois homens, um polaco e um alemão, revelaram ter encontrado, num túnel perdido na região de Walbrzych, no sudoeste da Polónia, junto à República Checa, um comboio militar antigo da II Guerra Mundial. A possibilidade de o comboio ter pertencido aos nazis e estar cheio de ouro ganhou força depois da exigência dos descobridores em receber a devida recompensa de 10 por cento a que terão direito por lei.

Através de uma firma de advogados de Varsóvia, os homens enviaram uma carta à câmara municipal de Walbrzych avisando que apenas revelam a localização do tesouro se lhes garantirem a recompensa. “Os meus clientes não são caçadores de tesouros nem querem ser famosos. São apenas pessoas com muita experiência na zona”, alegou o advogado Jaroslaw Chmielewski.

O caso está a ter eco por todo o Mundo e o representante legal dos descobridores lamenta que se esteja a dar demasiada importância a um caso no qual nem os clientes saberão ainda ao certo o que está dentro do comboio. “É pouco provável que seja ouro. Falar de ouro ou diamantes é uma ficção”, acrescentou Chmielewski, citado pelo portal Walbrzych24.


[[ A notícia original em polaco ]]

Marika Tokarska, da autarquia local, leu a reivindicação enviada pelos dois homens e tem uma interpretação diferente. “Na carta, sublinham a exigência de 10 por cento da comissão de descoberta sobre o valor do conteúdo do comboio. Por isso, desconfiamos que estas pessoas têm conhecimento do que está dentro do comboio”, adiantou a responsável.

Seja o que for que esteja dentro do comboio, terá no mínimo um enorme valor histórico, admitem os responsáveis da autarquia. O comboio terá 150 metros de comprimento e, de acordo com o revelado na carta, “é provável que contenha dispositivos como canhões”, mas estará bem descrito que a composição ferroviária “contém objetos de valor, minérios e outros materiais industriais”.

Seja como for, para já, o comboio mantém-se em local secreto e continua a ganhar força a lenda de que se trata de um comboio nazi que, em maior de 1945, teria deixado Breslávia e estaria de regresso à Alemanha com diversos tesouros, em fuga do avanço do exército vermelho soviético.