Última hora

Última hora

França: Suspeito de ataque a comboio teria viajado à Síria

O principal suspeito do ataque armado de sexta-feira no interior de um comboio em França terá ligações aos meios islamitas radicais. Segundo fontes

Em leitura:

França: Suspeito de ataque a comboio teria viajado à Síria

Tamanho do texto Aa Aa

O principal suspeito do ataque armado de sexta-feira no interior de um comboio em França terá ligações aos meios islamitas radicais.

Segundo fontes policiais, o homem de 25 anos, de nacionalidade marroquina, teria viajado em maio deste ano para a Turquia, provavelmente para alcançar território sírio.

Identificado através das impressões digitais como Ayoub el Khazzani, o suspeito teria residido vários anos em Espanha, em Madrid e Algeciras, onde teria sido detido por tráfico de drogas.

Khazzani teria igualmente residido na Bélgica, onde apanhou o comboio, na sexta-feira, armado de uma kalashnikov e de uma arma branca.

O suspeito, interrogado pelas autoridades francesas, nega para já qualquer intenção terrorista, mesmo que figure na lista de suspeitos de terrorismo em Espanha, França e Bélgica.

Os três soldados americanos, um empresário britânico assim como o passageiro francês que imobilizaram o suspeito, evitando um massacre no comboio entre Amsterdão e Paris, deverão ser recebidos pelo presidente francês esta segunda-feira.

A tentativa de ataque relança o debate sobre a segurança nos caminhos de ferro franceses, onde a circulação de passageiros é 20 vezes superior à dos aeroportos.