Última hora

Última hora

Justiça russa condena realizador ucraniano a 20 anos de prisão por terrorismo

Foi assim que o realizador de cinema ucraniano Oleg Sentsov reagiu à sentença de 20 anos de cadeia proferida por um tribunal russo. Sentsov foi

Em leitura:

Justiça russa condena realizador ucraniano a 20 anos de prisão por terrorismo

Tamanho do texto Aa Aa

Foi assim que o realizador de cinema ucraniano Oleg Sentsov reagiu à sentença de 20 anos de cadeia proferida por um tribunal russo. Sentsov foi considerado culpado por dois ataques terroristas e pela preparação de um terceiro na península da Crimeia.

O outro homem que vemos nas imagens, Alexander Kolchenko, foi condenado a 10 anos de prisão, depois de se ter declarado culpado pelo ataque à sede do partido Rússia Unida na capital da Crimeia.

Em Kiev, dezenas de pessoas protestaram em frente à Embaixada da Rússia contra o julgamento. Entre eles, colegas de Sentsov.

“Conhecemos o Oleg enquanto grande realizador de cinema, humanista. Ele nem sequer é capaz de pensar em matar uma pessoa de que não gosta. É um artista. Pode reeducar, de certa forma, graças à sua arte”, afirmou Oleg Fialko, também ele realizador.

“Isto é absurdo, uma barbaridade, uma selvajaria que não pode existir no século XXI. Não tenho palavras. Pode existir em África, na Coreia, mas não na Europa, é uma barbaridade, a inquisição. Isto não pode ser assim”, disse Bob, engenheiro de som.

A Amnistia Internacional disse que estes ucranianos foram submetidos a um julgamento injusto, acusados de terrorismo por se oporem à ocupação russa da Crimeia.