Última hora

Última hora

Rússia corta perspetivas económicas para 2015 e 2016

A queda do preço do petróleo e a pressão depreciativa sobre o rublo levaram a Rússia a rever em baixa as perspetivas de crescimento para 2015 e 2016.

Em leitura:

Rússia corta perspetivas económicas para 2015 e 2016

Tamanho do texto Aa Aa

A queda do preço do petróleo e a pressão depreciativa sobre o rublo levaram a Rússia a rever em baixa as perspetivas de crescimento para este ano e para o próximo, que assim ficaram mais em linha com a generalidade das previsões.

O Ministro da Economia, Alexei Ulyukayev, espera agora uma contração do PIB de 3,3%, este ano, e um crescimento entre 1 a 2% em 2016. As anteriores previsões apontavam para uma contração de apenas 2,8% em 2015 e para um crescimento de 2,3% no próximo ano.

Em termos anuais, a economia russa contraiu 4,6% em julho e o rublo, por causa da quebra do preço do petróleo, derrapou para o valor mais baixo face ao dólar nos últimos sete meses, depois de já ter perdido cerca de metade do seu valor no ano passado.

A maior pressão negativa sobre a economia russa vem do petróleo, que está sensivelmente a metade do preço que estava no ano passado, mas as sanções aplicadas pelo Ocidente, por causa da crise na Ucrânia, também complicam as contas aos economistas do Kremlin.