Última hora

Última hora

Bolsas europeias voltam a abrir no vermelho

As bolsas europeias regressaram a terreno negativo. Na abertura dos mercados, esta quarta-feira, Lisboa registava uma queda em torno do 1%. Em

Em leitura:

Bolsas europeias voltam a abrir no vermelho

Tamanho do texto Aa Aa

As bolsas europeias regressaram a terreno negativo. Na abertura dos mercados, esta quarta-feira, Lisboa registava uma queda em torno do 1%. Em Frankfurt, as perdas rondavam os 2%, assim como em Paris e Londres. A extrema volatilidade parece ser o mote esta semana, após uma “segunda-feira negra”, seguida de uma jornada na qual as praças europeias apresentaram os maiores ganhos desde 2011.

Na origem de tudo isto, o abrandamento económico da China. Hoje, o Índice Composite de Xangai encerrou a cair 1,27%. Isto depois de Pequim ter anunciado uma nova baixa das taxas de juro para tentar acalmar o contexto, na sequência de perdas que ultrapassaram os 8% numa só sessão.

No entanto, no Japão, o índice Nikkei fechou a recuperar 3,2%, ao fim de seis sessões consecutivas no vermelho, que deitaram a perder a maior parte dos ganhos acumulados desde o início de 2015.